A imprensa e suas verdades

A imprensa e suas verdades

Hoje estava lendo a Revista Veja e me deparei com a coluna do José Roberto Guzzo, diretor editorial e também colunista do Grupo Exame, que publica as revistas de maior circulação no país. O texto, com título “Falta Combinar”, faz uma crítica à imprensa, da qual o mesmo faz parte como jornalista. O que me chamou bastante atenção.

No artigo ele destaca o mau comportamento dos meios de comunicação em geral, que tenta manipular a verdade da forma que os convém. Isso não apenas no Brasil. No texto ele cita, por exemplo, o que aconteceu com campanha presidencial nos EUA. Lá, a imprensa dizia que a candidatura de Donald Trump era “o pior momento da humanidade desde a peste negra”. Tentaram de todas as formas derrubá-lo, só se esqueceram de consultar público para saber se acreditavam nisso ou não.

o mau comportamento da imprensa

No Brasil, a imprensa sempre manipulou as notícias conforme seus interesses, atualmente sem nenhuma discrição. Não quero aqui generalizar, sempre haverá exceções. No entanto, vemos que o mesmo que aconteceu nos EUA se repete e, por sorte, em muitos casos, o público também discorda dela. Em São Paulo e no Rio de Janeiro, por exemplo, o resultado das eleições para prefeito foi justamente a vitória dos candidatos mais perseguidos pela imprensa. Mas nem sempre é assim. Algumas vezes é ela quem decide o que é melhor para todos.

O que parece acontecer é que muitas pessoas não se limitam a apenas ouvir o que a mídia tem divulgado. Elas pesquisam, interpretam os fatos e tiram suas próprias conclusões. E os meios de comunicação, principalmente digitais, certamente contribuíram muito para isso. É o que eu sempre procuro fazer e aconselho todas a fazerem o mesmo: conhecer para criticar. Se praticarmos isso com todas as notícias e polêmicas que aparecem por aí, poderemos formar nossa própria opinião a respeito dos fatos ao invés de sermos meras marionetes nas mãos da imprensa ou de qualquer outra pessoa que tenta nos impor alguma opinião.

A verdade é sempre uma só, mas a formas como cada um vê é bastante subjetiva. Nesse caso, é melhor que cada um veja com os seus próprios olhos.

2 comments

  • RICARDO REIS P. MAGALHÃES

    By RICARDO REIS P. MAGALHÃES

    Comentário

    Fato.
    – É sabido que a imprensa e tendenciosa, para um lado ou para o outro.
    Isso não é novidade nenhuma.

  • Elizena Adriana

    By Elizena Adriana

    Comentário

    O pior defeito que o ser humano pode ter, “ouvir e não escutar ver e não enxergar” espalhando inverdades ou retorcendo as palavras do outro. A imprensa de um modo geral, não da mais para acreditar…..

Deixe seu comentário

Seu e-mail não pode ser publicado. Preencha os campos marcados com *
;)